Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2010

Já era o Vandeco!

Júnior conheceu Vanderlei ainda no primário. Ali, selaram uma amizade que duraria por toda a vida.

Mas não foi sempre assim. Logo que chegaram na escola, ambos vindo transferidos de escolas diferentes, mal se falavam nas aulas de educação física.

Isso mudou quando, já na oitava série, Vanderlei foi apanhado se masturbando no banheiro do colégio.

O professor que o repreendeu não disse nada, mas os colegas que estavam por ali se encarregaram de espalhar o fato e Vanderlei passou a ser motivo de chacota.

Júnior sempre fora muito racional, mas seu lado emotivo despertou naquele dia, pela sensação da injustiça praticada para com Vanderlei.

Espirituoso, tratou logo de transformar aquela chacota em algo divertido, e, claro, não ofensivo.

Daqueles dias em diante, todas as vezes que Vanderlei pedia para ir ao banheiro Júnior se adiantava e exclamava:

- Ih! Já era o Vandeco!

Assim surgiu o apelido que acompanharia Vanderlei por toda a sua vida... E um pouco mais. E pegou de tal forma que mesmo os profe…

Paz

Quando secarem minhas lágrimas
quando acabarem as lágrimas
do mundo

Então estarei
plenamente feliz
ou morto
mas, definitivamente,
em paz.

Vitoriosos

Todos aqueles
a quem conheço
são vitoriosos.
Não sei de um
que tenha, sequer,
um átomo de derrota
em seu currículo...
O que me leva a concluir que
ou vivo entre super heróis,
ou sou o palhaço desse circo
ao qual apelidamos vida!



Falecido poeta Cezar Lopes.

Resignação

Cansei...
De enfrentar gigantes
como se fossem moinhos...

De caminhar meu caminho
como quem não está sozinho...

De desafiar meus limites
sem o temor de, um dia, só
encontrar o destino dos vivos
o pó...

Cansei.
Não suporto mais as distâncias
que se alongam diante dos meus passos

Aos bravos que prosseguirão
buscando um significado
um forte abraço...

Quanto a mim, fico por aqui
pois já não é hora de chegar
minha hora é de partir
pois eu também, como ninguém
reclamo o meu direito sagrado
de ser feliz... ou morrer tentando.

Falecido poeta Cezar Lopes.